DETERMINANTES DO ENDIVIDAMENTO NA INDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA BRASILEIRA: ANÁLISE A PARTIR DAS TEORIAS DE ESTRUTURA DE CAPITAL

Autores

  • Aviner Augusto Silva Manoel Universidade de São Paulo - USP
  • David Ferreira Lopes Santos Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP
  • Marcelo Botelho da Costa Moraes Universidade de São Paulo - USP

Resumo

Dentro da teoria de finanças o tema estrutura de capital é um dos mais relevantes e controversos. As divergências sobre a forma como as
organizações definem sua estrutura de capital vêm persistindo com o decorrer dos anos. Neste contexto, este artigo teve como objetivo
analisar o endividamento e seus determinantes das usinas e destilarias da indústria sucroenergética brasileira no período de 1998-2013.
Quanto à metodologia, o presente artigo é descritivo e de natureza quantitativa, e o método escolhido para a análise dos dados foi o
modelo de regressão com dados em painel. As demonstrações financeiras consolidadas anuais das usinas e destilarias foram coletadas
junto à base da Gazeta Mercantil, aos websites das organizações e às publicações destas no Diário Oficial da União. E baseado numa
amostra de 16 organizações do setor em um painel balanceado, os resultados demonstraram que, em média, as usinas e destilarias utilizam
62,5% de capital de terceiros para financiar os seus investimentos. Os fatores rentabilidade, variação do crescimento, tamanho e tipo
de capital se mostraram determinantes, enquanto a geração de caixa não se mostrou estatisticamente significativa. Por fim, a partir dos
resultados e análises, verificou-se que o setor sucroenergético está mais alinhado com a teoria de Pecking Order.

Biografia do Autor

Aviner Augusto Silva Manoel, Universidade de São Paulo - USP

Mestrando em Controladoria e Contabilidade pela Faculdade de Economaia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto-SP. Administrador de Empresas pela Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal, Universidade Estadual Paulista.

David Ferreira Lopes Santos, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP

Professor Assistente Doutor na Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal-SP da Universidade Estadual Paulista. Atua com ensino e pesquisa nos seguintes temas: Análise de Investimento, Estrutura de Capital, Desempenho Empresarial e Inovação.

Marcelo Botelho da Costa Moraes, Universidade de São Paulo - USP

Professor Doutor do Departamento de Contabilidade da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FEA-RP USP

Downloads

Publicado

2016-07-22

Como Citar

MANOEL, A. A. S.; SANTOS, D. F. L.; MORAES, M. B. da C. DETERMINANTES DO ENDIVIDAMENTO NA INDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA BRASILEIRA: ANÁLISE A PARTIR DAS TEORIAS DE ESTRUTURA DE CAPITAL. Organizações Rurais & Agroindustriais, [S. l.], v. 18, n. 2, 2016. Disponível em: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/962. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos