INTERFACES TEÓRICAS NA ESTRUTURAÇÃO DE UMA REDE: PROPOSTA E APLICABILIDADE NO AGRONEGÓCIO PARANAENSE

Autores

  • Nilson César Bertóli Universidade Paulista
  • Ernesto Michelangelo Giglio Universidade Paulista
  • Celso Augusto Rimoli Universidade Paulista

Palavras-chave:

Comprometimento, estrutura, governança, agronegócio

Resumo

Propõe-se, no trabalho, a existência de interface entre as categorias sociais de confiança e comprometimento com a estrutura e a governança de redes, tendo como exemplo o agronegócio da banana e da uva da região Norte do Paraná. A proposição orientadora é que as ações coletivas e os mecanismos de incentivos e controle do comportamento estão intrinsicamente relacionados à presença de confiança e de comprometimento. O trabalho justifica-se pela importância teórica do tema das categorias sociais como bases das redes. Como fundamento teórico utilizam-se as afirmativas de que todas as organizações estão em redes e o princípio da teoria social de redes, segundo o qual existe um pano de fundo social nas decisões técnicas. Para investigar a proposição realizou-se um estudo de caso descritivo que se apoiou em entrevistas e em dados secundários. Os resultados indicam que há interface entre as categorias confiança e comprometimento com a governança da rede, entretanto a interface com a estrutura não ficou claramente estabelecida. O trabalho justifica-se pela importância teórica do tema das categorias sociais como bases das redes e procura contribuir com o conhecimento sobre as bases que estruturam as redes e sobre o desenho de pesquisas semelhantes.

Downloads

Publicado

2015-01-06

Como Citar

BERTÓLI, N. C.; GIGLIO, E. M.; RIMOLI, C. A. INTERFACES TEÓRICAS NA ESTRUTURAÇÃO DE UMA REDE: PROPOSTA E APLICABILIDADE NO AGRONEGÓCIO PARANAENSE. Organizações Rurais & Agroindustriais, [S. l.], v. 16, n. 4, 2015. Disponível em: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/891. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos