IMPACTO DAS INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS NO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR DE RESTAURANTES

Autores

  • Dario de Oliveira Lima Filho Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
  • Eluiza Alberto de Morais Watanabe Universidade de Brasília
  • Leidy Diana de Souza de Oliveira Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
  • Filipe Quevedo Pires de Oliveira e Silva Universidade Nove de Julho

Palavras-chave:

Comportamento do consumidor, assimetria de informações, serviços de alimentação

Resumo

Na existência de informações imperfeitas, as condições de análise da qualidade dos produtos são prejudicadas. Portanto, a compra de alimentos traz consigo certo nível de risco associado, o qual pode ser reduzido com o aumento da quantidade e da qualidade das informações. Objetivou-se, neste estudo, analisar o comportamento do consumidor de restaurantes em relação à informações nutricionais dos alimentos em Campo Grande/MS. Foram entrevistadas 411 pessoas em Campo Grande/MS. A técnica de análise de dados utilizada foi distribuição de frequência, cruzamento de dados e estudo de cluster. O estudo de cluster indicou que entre as classes econômicas A, B e C não houve diferenças significativas no comportamento do consumidor com relação às informações nutricionais, porém, a classe D preocupa-se menos com a disponibilidade dessas informações e com a saudabilidade da alimentação. Nesse sentido, podemos concluir que esse fenômeno está acontecendo na sociedade como um todo, perdendo força somente nas classes sociais mais baixas.

Downloads

Publicado

2014-10-08

Como Citar

LIMA FILHO, D. de O.; WATANABE, E. A. de M.; DE OLIVEIRA, L. D. de S.; SILVA, F. Q. P. de O. e. IMPACTO DAS INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS NO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR DE RESTAURANTES. Organizações Rurais & Agroindustriais, [S. l.], v. 16, n. 3, 2014. Disponível em: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/855. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos