EFICIÊNCIA E CUSTOS ASSOCIADOS À ADEQUAÇÃO AMBIENTAL PARA A PRODUÇÃO LÁCTEA EM MINAS GERAIS

Autores

  • Samuel Alex Coelho Campos Universidade de São Paulo
  • Alexandre Bragança Coelho Universidade Federal de Viçosa
  • Adriano Provezano Gomes Universidade Federal de Viçosa
  • Leonardo Bornacki de Mattos Universidade Federal de Viçosa

Palavras-chave:

Eficiência ambiental, DEA, produção láctea, Minas Gerais

Resumo

A produção láctea apresenta elevado potencial de degradação ambiental, via nitratos, presente nos dejetos das vacas. Objetivou-se, neste estudo, analisar o desempenho econômico e ambiental dos produtores de leite em Minas Gerais, em 2005, incorporando a poluição por nitrogênio nos critérios de eficiência, bem como as especificidades tecnológicas entre os produtores. Essas foram consideradas na análise e no cálculo dos custos econômicos associados à redução do impacto ambiental, sendo utilizadas como metodologias a análise fatorial, a análise de agrupamentos e a análise envoltória de dados. Os resultados indicaram: (i) o baixo desempenho ambiental da produção láctea; (ii) a existência de custos econômicos associados à redução das emissões; (iii) menor desempenho econômico dos produtores intensivos no longo prazo; e (iv) menor desempenho ambiental para os produtores extensivos no longo prazo. Dessa forma, políticas governamentais para a redução do impacto ambiental deveriam se concentrar nos produtores extensivos, enquanto políticas para melhoria do desempenho econômico deveriam ser focadas nos produtores intensivos.

Downloads

Publicado

2014-10-08

Como Citar

CAMPOS, S. A. C.; COELHO, A. B.; GOMES, A. P.; DE MATTOS, L. B. EFICIÊNCIA E CUSTOS ASSOCIADOS À ADEQUAÇÃO AMBIENTAL PARA A PRODUÇÃO LÁCTEA EM MINAS GERAIS. Organizações Rurais & Agroindustriais, [S. l.], v. 16, n. 3, 2014. Disponível em: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/850. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos