CONFIGURAÇÃO DA IMAGEM DA CARNE DE FRANGO NA PERSPECTIVA DE CONSUMIDORES E VAREJISTAS

Autores

  • Ricardo Antônio Reche Faculdade de Integração do Ensino Superior do Cone Sul
  • Deonir De Toni Universidade Caxias do Sul
  • Fabiano Larentis Universidade Caxias do Sul
  • Gabriel Sperandio Milan Universidade Caxias do Sul

Palavras-chave:

Imagem, carne de frango, cadeia produtiva do frango

Resumo

Este trabalho pretende verificar quais são os atributos e as dimensões que compõem a imagem da carne de frango, na percepção de consumidores e varejistas e, mais especificamente, qual a imagem central deste produto e o valor percebido. Para tanto, foi implementada uma pesquisa qualitativa, de caráter exploratório, empregando-se o Método de Configuração de Imagem (MCI). Como amostra, selecionou-se um grupo de 40 consumidores e 40 varejistas. Os resultados mostraram que a imagem central do produto, tanto para consumidores quanto para varejistas, é composta por alguns atributos comuns, como a “saudabilidade” da carne, melhor preço, sabor e versatilidade. Com relação às dimensões das imagens identificou-se que tanto os consumidores quanto os varejistas percebem a carne de frango como contendo mais atributos físicos e materiais, racionais e sensoriais. Em adição, a percepção de benefício é mais fortemente percebida pelos varejistas que pelos consumidores, sendo que os estes ainda têm uma forte crença sobre existência de hormônios na carne de frango. Tais resultados são importantes para o direcionamento estratégico das ações de comunicação para promover o consumo deste produto.

Downloads

Publicado

2014-01-30

Como Citar

RECHE, R. A.; DE TONI, D.; LARENTIS, F.; MILAN, G. S. CONFIGURAÇÃO DA IMAGEM DA CARNE DE FRANGO NA PERSPECTIVA DE CONSUMIDORES E VAREJISTAS. Organizações Rurais & Agroindustriais, [S. l.], v. 15, n. 3, 2014. Disponível em: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/728. Acesso em: 23 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos