TRAJETÓRIA INSTITUCIONAL DO AGROTURISMO EM UMA COLÔNIA ITALIANA

Autores

  • Jazan Mageski Alves Fundação Instituto Capixaba de Pesquisas em Contabilidade, Economia e Finanças
  • Marcelo Sanches Pagliarussi Fundação Instituto Capixaba de Pesquisas em Contabilidade, Economia e Finanças
  • André Carlos Busanelli de Aquino Universidade de São Paulo

Palavras-chave:

Instituições, instituição privada, desenvolvimento institucional, comunidades rurais, agroturismo

Resumo

O presente artigo conceitua o processo de desenvolvimento do agroturismo se iniciando a partir de propriedades rurais preexistentes, no qual a falta de tecnologia e as dificuldades de capacitação de pessoas seriam limitantes para o desenvolvimento. Tais limitações são atenuadas quando são tratadas eventuais lacunas das instituições existentes que não estimulam a cooperação entre agentes. O artigo apresenta o resultado de um estudo qualitativo realizado em organizações rurais para captar a trajetória institucional do agroturismo na colônia italiana de Venda Nova do Imigrante - ES. Partindo de conceitos estruturantes da Nova Economia Institucional, foi mapeado o contexto institucional no qual emergiram as atividades do agroturismo na região. As evidências obtidas indicam que a herança cultural coletivista deu espaço a relações sociais mais impessoais, e nessa transição institucional a instituição privada criada por empreendedores locais conseguiu coordenar a colaboração de alguns produtores para gerar externalidades de rede e ganhos de eficiência. A principal contribuição do presente estudo é mostrar como instituições privadas podem contribuir para estimular a cooperação entre agentes mesmo quando inseridas em um ambiente institucional com fraca proteção aos direitos de propriedade.

Downloads

Publicado

2013-10-24

Como Citar

ALVES, J. M.; PAGLIARUSSI, M. S.; AQUINO, A. C. B. de. TRAJETÓRIA INSTITUCIONAL DO AGROTURISMO EM UMA COLÔNIA ITALIANA. Organizações Rurais & Agroindustriais, [S. l.], v. 15, n. 2, 2013. Disponível em: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/680. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos