HÁBITOS ALIMENTARES FORA DO LAR: UM ESTUDO DE CASO EM LAVRAS – MG

Autores

  • Ana Elisa de Avelar Universidade Federal de Lavras
  • Daniel Carvalho de Rezende Universidade Federal de Lavras

Palavras-chave:

Alimentação fora do lar, hábitos alimentares, segmentação de mercado

Resumo

Objetiva-se, neste artigo , identificar os hábitos alimentares fora do lar, de consumidores da cidade Lavras, Minas Gerais. Para isso, utilizou-se como instrumento de coleta de dados a triangulação de três métodos: a observação, as entrevistas semiestruturadas e um survey, adaptando o instrumento de pesquisa desenvolvido e adotado por Warde e Martens (2000). Destacaram-se como principais resultados: a busca da variedade como um diferencial da alimentação fora do lar;a conveniência como um elemento importante em grande parte das ocasiões de consumo;a maior intensidade de consumo e atitudes mais favoráveis à alimentação fora do lar por parte de pessoas mais jovens, de maior renda e maior escolaridade. Por meio de análise de cluster e discriminante foram identificados 2 segmentos de mercado, sendo um deles mais jovem, com maior renda e escolaridade que o outro. Assim, tem-se um grupo mais jovem que se alimenta fora do lar com maior frequência e se apresenta mais propício às mudanças nos hábitos alimentares, enquanto o grupo mais velho tem uma postura mais conservadora com relação à realização das refeições fora de casa. Além disso, motivações diferentes para o consumo relacionadas com a ocasião se fazem importantes, diferenciando o mercado em situações hedônicas x situações funcionais.

Downloads

Publicado

2013-08-13

Como Citar

DE AVELAR, A. E.; DE REZENDE, D. C. HÁBITOS ALIMENTARES FORA DO LAR: UM ESTUDO DE CASO EM LAVRAS – MG. Organizações Rurais & Agroindustriais, [S. l.], v. 15, n. 1, 2013. Disponível em: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/652. Acesso em: 15 abr. 2021.

Edição

Seção

Artigos