EFEITO DOS MECANISMOS DE REDUÇÃO DA ASSIMETRIA DA INFORMAÇÃO E DA INCERTEZA DA QUALIDADE NA ESTRUTURA DE GOVERNANÇA

Autores

  • Marcela de Mello Brandão Vinholis Universidade Federal de São Carlos
  • José Carlos de Toledo Universidade Federal de São Carlos
  • Hildo Meirelles de Souza Filho Universidade Federal de São Carlos

Palavras-chave:

Segurança do alimento, qualidade, rastreabilidade, certificação, marca

Resumo

A ocorrência de casos de contaminações alimentares de maior gravidade, associadas ao ambiente comercial mais competitivo, resultaram em maior atenção à qualidade e segurança do alimento e na intensificação e difusão de mecanismos públicos e privados que incorporaram novos requisitos a serem atendidos pelos produtos alimentícios. A predominância de atributos de experiência e de crença nos produtos alimentares acentua os problemas de assimetria da informação entre os agentes de uma transação e permitem, por exemplo, que produtos com qualidades distintas sejam comercializados a preços semelhantes e dificultam a percepção do mercado sobre diferenças efetivas na qualidade dos produtos. Por meio de revisão bibliográfica, e de dados secundários, este  trabalho apresenta alguns mecanismos que têm sido utilizados para minimizar esses problemas, tais como: a intervenção do Estado, a utilização da marca, a prática da rastreabilidade e a adoção da certificação. Observa-se que a adoção de tais práticas tem provocado mudanças nas formas de coordenação das transações entre os agentes de sistemas agroalimentares.

Biografia do Autor

José Carlos de Toledo, Universidade Federal de São Carlos

Departamento de Engenharia de Produção 

Hildo Meirelles de Souza Filho, Universidade Federal de São Carlos

Departamento de Engenharia de Produção 

Downloads

Como Citar

VINHOLIS, M. de M. B.; DE TOLEDO, J. C.; FILHO, H. M. de S. EFEITO DOS MECANISMOS DE REDUÇÃO DA ASSIMETRIA DA INFORMAÇÃO E DA INCERTEZA DA QUALIDADE NA ESTRUTURA DE GOVERNANÇA. Organizações Rurais & Agroindustriais, [S. l.], v. 14, n. 3, 2013. Disponível em: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/567. Acesso em: 15 abr. 2021.

Edição

Seção

Artigos