A CONSOLIDAÇÃO DAS COMPETÊNCIAS ORGANIZACIONAIS NA VITIVINÍCULTURA BRASILEIRA: O CASO NA VINÍCOLA MIOLO

  • Rosemirtes Vasconcelos Martins Dolabella
  • Claudia Cristina Bitencourt Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Palavras-chave: Competências organizacionais, recursos, dependência de trajetoria

Resumo

Este artigo busca analisar a dinâmica da mobilização de recursos e competências organizacionais no intuito de consolidar as estratégiasdeliberadas de uma empresa do setor vitivinícola brasileiro. A relação entre estratégia e competências organizacionais é uma forma efetiva da organização trabalhar as suas intenções e prioridades no campo estratégico traduzindo-as em práticas e ações concretas que possam contribuir para um desempenho superior em diferentes mercados. Foi desenvolvido um estudo de caso exploratóriodescritivo, baseado em entrevistas semi-estruturadas com entidades setoriais, gestores e representantes da empresa. Os resultados encontrados revelaram que as competências da vinícola estão diretamente ligadas aos agentes que compõem a cadeia produtiva, evidenciando uma relação de interdependência e reciprocidade entre elas. Foram identificadas duas principais competências organizacionais: Gestão dos recursos ao longo da cadeia e Integração das atividades comerciais. A combinação dessas competências leva ao crescimento e diferenciação da empresa, bem como dificulta a imitação pela concorrência.

Biografia do Autor

Rosemirtes Vasconcelos Martins Dolabella
Enbridge, Canadá
Claudia Cristina Bitencourt, Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Professora Titular e Pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em AdministraçãoUniversidade do Vale do Rio dos Sinos
Publicado
05-09-2012
Seção
Artigos