CRIAÇÃO E USO DO CONHECIMENTO NAS COMUNIDADES DE PRÁTICA: O CONTEXTO DE UMA COOPERATIVA AGRÍCOLA

  • Erlaine Binotto
  • Elisabete Stradiotto Siqueira
  • Flávio José Simioni
Palavras-chave: Criação de conhecimento, comunidade de prática e cooperativa agrícola.

Resumo

Objetivou-se, neste artigo, demonstrar os aspectos presentes na criação de conhecimento em propriedades rurais vinculadas a uma cooperativa agrícola. A presente pesquisa caracteriza-se como um estudo descritivo de caráter qualitativo. É realizado um estudo de caso, utilizando-se de documentação e observação in loco, questionário, entrevista e focus group. Os dados obtidos possibilitaram o desenvolvimento de uma figura representativa dos aspectos envolvidos na criação de conhecimento. Os resultados demonstraram que, para a ocorrência da criação de conhecimento, é necessária a existência de grupos de relacionamento e de certa liderança em nível de propriedade, de comunidades de prática (CoPs) ou da cooperativa. A forma de conduzir os negócios pode afetar o modo como se dá a criação de conhecimento. Por exemplo, numa propriedade em que as pessoas buscam socializar, questionar e inovar constantementeevidencia-se haver maior espaço para transformar conhecimento tácito em explícito. O aspecto cultural e o estilo das relações, bem como a forma de conduzir os negócios podem afetar o modo como se dá a criação de conhecimento. Há um grande percurso entre o produtor rural ter conhecimento e a capacidade de torná-lo atitude que traga bons resultados nos negócios.

Biografia do Autor

Erlaine Binotto
Professora do Programa de Pós-Graduação em Agronegócios, Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Economia da UniversidadeFederal da Grande Dourados
Elisabete Stradiotto Siqueira
Universidade Federal Rural do Semi Árido
Flávio José Simioni
Centro de Educação Superior do Oeste – da Universidade do Estado de Santa Catarina
Publicado
06-03-2012
Seção
Artigos