DETERMINANTES DA ADOÇÃO DA TECNOLOGIA DE DESPOLPAMENTO NA CAFEICULTURA: ESTUDO DE UMA REGIÃO PRODUTORA DA ZONA DA MATA DE MINAS GERAIS

  • Giovani Blasi Martino Lanna
  • Erly Cardoso Teixeira
  • Ricardo Pereira Reis Universidade Federal de Lavras
Palavras-chave: Café, adoção tecnológica, despolpamento.

Resumo

Objetivou-se, neste trabalho, identificar os determinantes da adoção da tecnologia pós-colheita de despolpamento pelos produtores rurais na atividade cafeeira de Viçosa, MG. Os cafeicultores que despolpam o café foram considerados adotantes de tal tecnologia. Aplicou-se o modelo Logit para identificar os determinantes da adoção da despolpa do café. Os resultados apresentam as variáveis associativismo, capital próprio, escolaridade, rentabilidade e treinamento como fatores que determinam a adoção da tecnologia de despolpamento, sendo o treinamento e o associativismo os fatores que mais contribuem na adoção.

Biografia do Autor

Giovani Blasi Martino Lanna
Gerente da ViçosaTec
Erly Cardoso Teixeira
Professor do Departamento de Economia RuralUniversidade Federal de Viçosa, Centro de Ciências Agrárias
Ricardo Pereira Reis, Universidade Federal de Lavras
Professor do Departamento de Administração e EconomiaUniversidade Federal de Lavras
Publicado
06-03-2012
Como Citar
LANNA, G.; TEIXEIRA, E.; REIS, R. DETERMINANTES DA ADOÇÃO DA TECNOLOGIA DE DESPOLPAMENTO NA CAFEICULTURA: ESTUDO DE UMA REGIÃO PRODUTORA DA ZONA DA MATA DE MINAS GERAIS. Organizações Rurais & Agroindustriais, v. 13, n. 3, 6 mar. 2012.
Seção
Artigos