ANÁLISE DE EFICIÊNCIA TÉCNICA E IDENTIFICAÇÃO DO PERFIL GERENCIAL DE PRODUTORES RURAIS

  • Antônio Marcos Vivan
  • Ricardo de Souza Sette
Palavras-chave: eficiência técnica, habilidade gerencial, DEA

Resumo

Foram identificados os índices de eficiência técnica dos produtores rurais da região central do oeste catarinense, estabelecendo o perfil gerencial pela avaliação dos processos de tomada de decisões nas propriedades, administração da empresa agrícola, comportamento estratégico, administração do tempo e transferência de informações. Além disso, verificou-se a inter-relação entre empresas eficientes e habilidade gerencial e vice-versa. A metodologia utilizada para a análise qualitativa foi a Data Envelopment Analisys - DEA e os dados utilizados para a análise qualitativa foram coletados por meio de questionário semiestruturado. Das 58 propriedades analisadas, doze atingiram a fronteira de eficiência, sendo apresentadas como benchmark para as 46 restantes. Após o agrupamento das 58 unidades, por análise multivariada, definiu-se cinco grupos distintos para a amostra estudada, sendo escolhidas cinco propriedades ineficientes, uma de cada grupo, para desenvolver a pesquisa qualitativa. Além disso, foram definidas 4 propriedades que eram apresentadas como benchmark, servindo para análise das empresas consideradas eficientes. O estudo permitiu afirmar que há uma correlação positiva entre habilidade gerencial e eficiência técnica. Porém, observou-se que as propriedades que apresentaram-se eficientes tecnicamente, não demonstraram características específicas relacionadas à habilidade gerencial. Os diferenciais observados foram aqueles gerados pela maior experiência administrativa e pelo feeling para a tomada de decisões corretas. Um único fator, considerado preponderante para esta questão, foi a existência de integração numa única atividade em todas as propriedades eficientes, fato não observado nas ineficientes. Outro fator observado foi a grande carência de amadurecimento administrativo, gerado principalmente pela pouca instrução e falta de visualização sistêmica dos negócios.
Seção
Artigos