AVALIAÇÃO DE ESTRATÉGIAS DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL POR MEIO DA IMPLANTAÇÃO DE CADEIAS PRODUTIVAS DE FRUTICULTURA NO ESPÍRITO SANTO

Breno Augusto Dinis Pereira, Ayala Liberato Braga, Marines Steffanello

Resumo


Nos últimos anos, tem-se observado um forte movimento para proporcionar alternativas inovadoras de desenvolvimento econômico no sentido de equacionar problemas referentes à pobreza e à geração de renda. O estudo da cadeia produtiva de frutas na região norte do estado do Espírito Santo visa a compreender as formas de interação entre os agentes econômicos, sociais e políticos, bem como as forças externas que interferem no processo de produção, transformação e comercialização de sucos e polpas de frutas. Este trabalho é caracterizado como exploratório e tem, como métodos de coleta de dados, a análise documental, entrevistas semiestruturadas e observação. Os resultados demonstram estratégias inovadoras de implementação da cadeia de fruticultura objetivando garantir a diversificação de produtos comercializados por parte do agricultor e, conseqüentemente, a diluição do risco do negócio. Por meio da diversificação de culturas, e com transações comerciais garantidas na forma de contratos estabelecidos entre cooperativas e empresas processadoras, fomenta-se um novo modelo de desenvolvimento econômico e social na cadeia produtiva, cuja base foi lançada na região, com expectativas de ampliação na forma e abrangência da cadeia.

Palavras-chave


fruticultura; cadeia produtiva; inovação; desenvolvimento econômico

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

 

Organizações Rurais & Agroindustriais - Revista Eletrônica de Administração da UFLA

ISSN: 2238-6890 (edição on-line)


Universidade Federal de Lavras - UFLA - Departamento de Administração e Economia
Campus Universitário - Cx. Postal 37 - CEP 37200-000
Lavras - MG - Tel.: 35 3829 1441
Comentários e sugestões: revistadae@dae.ufla.br

Copyright 2011 - Todos os Direitos Reservados