AS MULHERES DE CACHOEIRINHA: FAMÍLIA, PRODUÇÃO E GÊNERO NUMA COMUNIDADE RURAL DO SUL MINEIRO

Maria Angélica M. de Moura Silva, Áureo Eduardo M. Ribeiro

Resumo


O trabalho analisou as relações sociais de gênero e a valorização diferenciada do trabalho realizado por mulheres e homens na agricultura familiar mineira. A metodologia da pesquisa baseou-se em uma abordagem qualitativa, por meio de estudo de caso na comunidade da Cachoeirinha, localizada a 8 km da cidade de Lavras, MG. Cachoeirinha é composta por agricultores familiares que combinam atividades agrícolas e não agrícolas. As mulheres dedicam-se a trabalhos relacionados com a casa, agricultura, horticultura e pequenos animais. Elas reconhecem suas atividades domésticas como trabalho que não gera renda e como parte das obrigações femininas. Sua subordinação à família, marido/filhos é explícita. Nessa comunidade rural, o poder patriarcal se sobressai, restringindo e subordinando a participação das mulheres.

Palavras-chave


agricultura familiar; trabalho feminino; relações de gênero

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

 

Organizações Rurais & Agroindustriais - Revista Eletrônica de Administração da UFLA

ISSN: 2238-6890 (edição on-line)


Universidade Federal de Lavras - UFLA - Departamento de Administração e Economia
Campus Universitário - Cx. Postal 37 - CEP 37200-000
Lavras - MG - Tel.: 35 3829 1441
Comentários e sugestões: revistadae@dae.ufla.br

Copyright 2011 - Todos os Direitos Reservados