PARTICIPAÇÃO LIBERTADORA, CEBS E COMUNIDADES CAMPONESAS EM MONTES CLAROS MG

  • Frederico Antônio Mineiro Lopes
  • Robson Amâncio
  • Edgard Alencar
Palavras-chave: participação social, comunidades rurais, desenvolvimento sustentável

Resumo

A paróquia São Sebastião, localizada no município de Montes Claros, MG, caracteriza-se por seu planejamento e trabalho pastoral, orientando seus esforços para integrar fé e vida. As décadas de oitenta e noventa do século XX destacaram-se pela intensa participação dos trabalhadores e trabalhadoras rurais nas CEBs e pela educação popular com vistas à promoção humana e, conseqüentemente, comunitária. Este estudo de caso, de caráter interpretativo, buscou averiguar, pela observação participante e pelo roteiro de entrevistas, se o modo de intervir dos jesuítas foi educativo ou tutorial. Buscou-se também perquirir se havia relação entre a participação nas atividades paroquiais com as desenvolvidas nas associações, no sindicato e na própria comunidade, bem como se este envolvimento favoreceu o surgimento de práticas de desenvolvimento sustentável no cenário pesquisado. As respostas às questões foram dadas pelos próprios atores sociais, isto é, produtores familiares, moradores, religiosos e agentes pastorais e, posteriormente, interpretadas pelo pesquisador. A intervenção educativa para a participação social nas comunidades propiciou o crescimento pessoal, comunitário e regional, contribuindo para o desenvolvimento a partir do envolvimento das pessoas, como protagonistas na resolução dos seus problemas em todos os âmbitos e na busca de alternativas sustentáveis aos modelos economicistas e excludentes de desenvolvimento.
Publicado
18-04-2011
Seção
Artigos