RESTRIÇÕES À EXPORTAÇÃO DE CAFÉ TORRADO E MOÍDO

  • Celso Luis Rodrigues Vegro
  • Francisco Alberto Pino
  • Luiz Moricochi
  • Sebastião Nogueira Júnior
Palavras-chave: commodities, países exportadores, café

Resumo

A despeito das diversas vantagens de exportar café torrado e moído ao invés de café verde, como ganhos de valor e de empregos, existem muitas limitações aos esforços privados nesse sentido. Tentativas efetivas têm sido desencorajadas por um mercado interno grande e estável, pelos altos riscos associados ao mercado internacional e por uma aterradora burocracia. Ainda assim, algum progresso tem sido percebido em anos recentes, como mostrado neste artigo, baseado em entrevistas com exportadores, indústrias e cooperativas brasileiras. Algumas restrições são inerentes às empresas, como questões gerenciais e capacidade inovadora, enquanto que outras são sistêmicas. Apresentam-se sugestões para aumentar as exportações de café processado.
Publicado
18-04-2011
Como Citar
VEGRO, C.; PINO, F.; MORICOCHI, L.; JúNIOR, S. RESTRIÇÕES À EXPORTAÇÃO DE CAFÉ TORRADO E MOÍDO. Organizações Rurais & Agroindustriais, v. 7, n. 2, 18 abr. 2011.
Seção
Artigos