CAUSALIDADE E ELASTICIDADE NA TRANSMISSÃO DE PREÇO DO BOI GORDO ENTRE REGIÕES DO BRASIL E A BOLSA DE MERCADORIAS & FUTUROS (BM&F)

  • Luiz Eduardo Gaio
  • Luiz Gonzaga de Castro
  • André Ribeiro de Oliveira
Palavras-chave: mercado de boi gordo, causalidade, elasticidade de transmissão de preços

Resumo

Este estudo analisa a elasticidade de transmissão e a causalidade de preço do boi gordo, entre a BM&F e importantes localidades do Brasil, buscando informações referentes à intensidade de transmissão do preço e detectar as relações existentes entre o preço do boi gordo nessas localidades e na BM&F. Foram realizados estudos em diversas regiões do país, utilizando-se dados de preços diários no período entre 2000 e 2004. As praças estudadas foram Araçatuba, SP, Barretos, SP, Bauru, SP, Presidente Prudente, SP, Noroeste do Paraná, PR, Três Lagoas, MS, Campo Grande, MS, Triângulo Mineiro, MG, Dourados, GO, Goiânia, GO e Cuiabá, MT. Os resultados do teste de raiz unitária Dickey-Fuller aumentado (ADF) mostram que todas as séries de preços são integradas de ordem 1, I(1). Os resultados do teste de co-integração de Johansen sugerem que todas as séries são co-integradas. Conclui-se, pois, que os mercados de boi gordo são integrados espacialmente, ou seja, um choque de oferta ou de demanda na BM&F afeta os preços de boi gordo nos demais mercados. Outra constatação, decorrente da estimação de um modelo de correção de erros e da aplicação do Teste de Causalidade de Granger, é que a BM&F causa, no sentido de Granger, os preços das demais regiões. A partir da análise de elasticidade de transmissão de preço, constata-se que sua elasticidade mantém-se em torno de 1, tornando-se tanto elástica em algumas praças, quanto inelástica em outras. Assim, os resultados da pesquisa sugerem que o mercado brasileiro de boi gordo é eficiente, uma vez que as informações têm fluido rapidamente entre os agentes desse mercado, permitindo que os mecanismos de arbitragem e a lei do preço único funcionem a contento.
Publicado
18-04-2011
Seção
Artigos