DETERMINANTES DE COMPETITIVIDADE DA AGROINDÚSTRIA PROCESSADORA DE CANA-DE-AÇÚCAR NO TRIÂNGULO MINEIRO E NO ALTO PARANAÍBA, MINAS GERAIS

  • Paulo Henrique de Lima Siqueira
  • Brício dos Santos Reis
Palavras-chave: agroindústria, competitividade, cadeia agroindustrial

Resumo

Desde a década de 1990, a agroindústria sucroalcooleira vem passando por um intensivo processo de fusão e aquisição, com o deslocamento das unidades produtivas em novas regiões, como o Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Este trabalho visa analisar a competitividade da agroindústria sucroalcooleira nessas regiões, mediante o estudo de dois de seus determinantes: insumos e estrutura e relações de mercado. Para a realização deste estudo, utilizaram-se os indicadores e os fatores de competitividade de Duren et al. (1991), utilizando a metodologia desenvolvida em alguns estudos que analisaram a competitividade da cadeia produtiva de frutas (UFV, 2001) e carne (SILVA & BATALHA, 1999) no Brasil. Os resultados mostraram que a disponibilidade e o preço da cana-de-açúcar são os fatores favoráveis à competitividade das usinas e destilarias existentes na região. Entretanto, a concentração de alguns elementos a montante e a jusante e a concorrência com produtores paulistas foram apontados como fatores desfavoráveis para a competitividade dessas esmagadoras.
Publicado
18-04-2011
Seção
Artigos