QUALIDADE NA CADEIA DE PRODUÇÃO DE LEITE: DIAGNÓSTICO E PROPOSIÇÃO DE MELHORIAS

  • Andréa Rossi Scalco
  • Roberta de Castro Souza
Palavras-chave: cadeia de produção leiteira, gestão da qualidade e qualidade de produto

Resumo

O estado de São Paulo é uma das maiores regiões produtoras de leite do país e no qual, até a década passada, destacava-se o município de Tupã. Este município teve um decréscimo na produção leiteira em cerca de 20%, de 2002 a 2005. São muitos os entraves que comprometem o desenvolvimento da cadeia como um todo para que ela se torne mais competitiva. Um dos principais entraves para o seu desenvolvimento é a qualidade do produto ao consumidor final. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi o de realizar um diagnóstico dos agentes que compõem as cadeias de produção de leite na região de Tupã, SP, visando observar se são utilizadas ferramentas de gestão da qualidade e quais são elas, e identificar as possíveis falhas e propor soluções. Em termos empíricos, a abordagem escolhida foi a qualitativa, com o método do estudo de caso. Os dados foram coletados por meio de entrevistas e observações diretas com os agentes participantes. Os agentes que compõem a cadeia produtiva de leite têm interesses e responsabilidades divergentes. Os produtores desconhecem os procedimentos adequados de gestão da qualidade, enquanto que os supermercados eximem-se da responsabilidade na construção e na preservação da qualidade do produto. Os laticínios estão adequando seus processos produtivos para a melhoria da qualidade do produto. Alguns instrumentos foram propostos para a melhoria da qualidade do produto para a cadeia produtiva como um todo, como, por exemplo, um modelo para coordenação da qualidade.
Publicado
18-04-2011
Como Citar
SCALCO, A.; SOUZA, R. QUALIDADE NA CADEIA DE PRODUÇÃO DE LEITE: DIAGNÓSTICO E PROPOSIÇÃO DE MELHORIAS. Organizações Rurais & Agroindustriais, v. 8, n. 3, 18 abr. 2011.
Seção
Artigos