EXPERIÊNCIAS DE ECONOMIA SOLIDÁRIA E CONSUMO RESPONSÁVEL EM MERCADOS AGROECOLÓGICOS NO MÉXICO: APRENDIZAGENS E DESAFIOS

Autores

Palavras-chave:

Comércio Justo, Mercados alternativos, Intercâmbio

Resumo

Diante do modelo agroindustrial e econômico dominante que teve efeitos adversos nos sistemas alimentares locais em todo o mundo, várias experiências organizacionais foram formadas no âmbito da economia social e do comércio justo. Desde o final da década de 90, no México começa o surgimento de mercados locais cujo objetivo é promover formas de produção ecológica e alimentação saudável e que, por sua vez, promovam o consumo responsável com o ambiente natural e social a nível territorial. Neste artigo, refletimos sobre cinco experiências de mercados agroecológicos no México. Nós expomos sob a abordagem de economia solidária e consumo responsável, processos de intermediação, certificação participativa, destacando seus processos de aprendizagem e seus desafios. O objetivo é analisar e tornar visíveis algumas das características, desafios e virtudes que essas experiências oferecem em torno da oferta de alimentos saudáveis, a consolidação de canais de marketing, a recuperação de espaços físicos e simbólicos para a troca de produtos, diálogos, estratégias e vínculos, entre outros. Para isso, recuperam-se as contribuições da economia solidária que coloca o trabalho e o ser humano no centro, para ter um impacto positivo na qualidade de vida dos seus participantes, e assim reconfigurar as relações sociais e econômicas que estão implantado entre os diferentes atores.

Publicado

2021-05-17

Como Citar

BUSTAMANTE, R. G.; RUEDA, H. N. R.; CACHO, M. M. y T. G. .; TOVAR, L. G. EXPERIÊNCIAS DE ECONOMIA SOLIDÁRIA E CONSUMO RESPONSÁVEL EM MERCADOS AGROECOLÓGICOS NO MÉXICO: APRENDIZAGENS E DESAFIOS. Organizações Rurais & Agroindustriais, [S. l.], v. 22, n. 2, p. e1575, 2021. Disponível em: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/1575. Acesso em: 28 jun. 2022.