COOPERAÇÃO, EDUCAÇÃO E COMÉRCIO JUSTO: VÍNCULOS INSTITUCIONAIS PARA PROMOVER O DESENVOLVIMENTO LOCAL E A EQUIDADE SOCIAL

Autores

  • Alejandra María Gordillo Universidad Nacional de Chilecito
  • Mariano Salerno CLAC

Palavras-chave:

Análise institucional, Atores sociais, Redes público-privadas

Resumo

O trabalho apresentado expõe os resultados de um estudo de caso que dá conta do impacto para o desenvolvimento local de um projeto
educacional de nível pré-universitário realizado com fundos do prêmio do Comércio Justo. Pesquisa qualitativa, tipo descritiva. O caso da Colégio Nacional Agrotécnico “Ing. Julio C. Martínez” localizado no distrito de Tilimuqui, departamento de Chilecito, província de La Rioja, Argentina descreve desde a análise institucional e a perspectiva da economia social e do desenvolvimento as condições de fundação e as principais mudanças ocorridas no ambiente institucional em dez anos de sua criação. Os objetivos perseguidos são analisar os vínculos interinstitucionais entre La Riojana Cooperativa Vitivinifrutícola de La Rioja Ltda., A Universidade Nacional de Chilecito e a Associação de Comércio Justo, três atores sociais que em conjunto tornaram possível uma oferta educacional agrotécnica e refletiram sobre os benefícios do cooperativismo, do comércio justo e da educação. Dez anos após a sua criação, é possível constatar o impacto socioeconômico produzido pelo Colégio Nacional Agrotécnico “Ing. Julio C. Martínez” que inclui entre outros: novas fontes de trabalho, maior possibilidade de comunicação e transferência dos ambientes da área e acesso da população local ao ensino médio agro-técnico. Esses aspectos contribuem para a redução da desigualdade social existente na área. 

Publicado

2021-05-17

Como Citar

GORDILLO, A. M.; SALERNO, M. COOPERAÇÃO, EDUCAÇÃO E COMÉRCIO JUSTO: VÍNCULOS INSTITUCIONAIS PARA PROMOVER O DESENVOLVIMENTO LOCAL E A EQUIDADE SOCIAL. Organizações Rurais & Agroindustriais, [S. l.], v. 22, n. 2, p. e1572, 2021. Disponível em: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/1572. Acesso em: 4 jul. 2022.