OPORTUNISMO E OS CONTRATOS AGROINDUSTRIAIS: UM ESTUDO DE CASO NO MERCADO ORIZÍCOLA NO SUL DO BRASIL

Autores

  • Mauro Barcellos Sopeña Universidade Federal do Pampa - Unipampa
  • Alessandro Porporatti Arbage Universidade Federal de Santa Maria

Palavras-chave:

Governança, Orizicultura, Nova Economia Institucional

Resumo

O artigo examina a presença de oportunismo em contratos agroindustriais estabelecidos entre produtores rurais de arroz e indústrias beneficiadoras do produto no estado do Rio Grande do Sul. Tendo como porto de partida o conceito de governança eficiente, buscou-se compreender e mensurar de que forma o comportamento oportunista dos agentes pode, eventualmente, se manifestar, nas estruturas de governança identificadas, dado o princípio da incompletude contratual. Segundo a teoria, em determinadas estruturas híbridas de governança a via contratual seria uma boa solução para os custos de transação. No entanto, os contratos agroindustriais estariam imunes à ocorrência de ações oportunistas? Do ponto de vista metodológico, o estudo utilizou-se de métodos mistos de investigação. Em linhas gerais, os acordos examinados revelaram baixa ocorrência de comportamento oportunista, elevado grau de confiança entre os agentes e co-especificidades de avaliação e de prova que permitem resguardar a relação de práticas oportunistas.

Biografia do Autor

Mauro Barcellos Sopeña, Universidade Federal do Pampa - Unipampa

Economista, Professor Adjunto do Departamento de Economia da UNIPAMPA. Doutor em Extensão Rural e Desenvolvimento.

Alessandro Porporatti Arbage, Universidade Federal de Santa Maria

Professor do Departamento de Educação Agrícola e Extensão Rural (DEAER) e no Programa de Pós-Graduação em Extensãoo Rural (PPGExR) da UFSM

Downloads

Publicado

2020-11-26

Como Citar

SOPEÑA, M. B.; ARBAGE, A. P. OPORTUNISMO E OS CONTRATOS AGROINDUSTRIAIS: UM ESTUDO DE CASO NO MERCADO ORIZÍCOLA NO SUL DO BRASIL. Organizações Rurais & Agroindustriais, [S. l.], v. 21, n. 1-3, p. 20–35, 2020. Disponível em: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/1334. Acesso em: 17 ago. 2022.