A BOLSA DE MERCADORIAS DE MINAS GERAIS (MINASBOLSA) E SUA AÇÃO COM O SEU AMBIENTE EXTERNO: UM ESTUDO DE CASO

José Antônio C. Olortegui, German Torres Salazar, Ricardo Pereira Reis, Antônio João dos Reis, Wilson Magela Gonçalves

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo identificar as estratégias de interação entre a Bolsa de Mercadorias de Minas Gerais e seu ambiente externo ao longo de sua história. O trabalho utilizase de um dos tipos de pesquisa qualitativa, chamado "Estudo de Caso". A coleta dos dados foi executada através da análise dos documentos e entrevistas semi-estruturada e os pontos pesquisados por estes instrumentos estiveram relacionados a aspectos do ambiente externo e interno da organização. A análise dos dados fundamentou-se em técnicas qualitativas e no modelo simplificado de planejamento estratégico. Entre as principais conclusões pode-se mencionar que o perfil da Minasbolsa é incongruente com o perfil necessário para uma Bolsa de Mercadorias, pois existe predominância de pontos fracos e influência negativa do ambiente. Além disso, a estratégia que adota a Minasbolsa difere do que mostra sua postura estratégica.

Palavras-chave


Bolsa de Mercadorias; Estratégia empresarial; Planejamento estratégico

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

 

Organizações Rurais & Agroindustriais - Revista Eletrônica de Administração da UFLA

ISSN: 2238-6890 (edição on-line)


Universidade Federal de Lavras - UFLA - Departamento de Administração e Economia
Campus Universitário - Cx. Postal 37 - CEP 37200-000
Lavras - MG - Tel.: 35 3829 1441
Comentários e sugestões: revistadae@dae.ufla.br

Copyright 2011 - Todos os Direitos Reservados