CERTIFICAÇÕES SUSTENTÁVEIS: A INFLUÊNCIA DO INVESTIMENTO ESTRANGEIRO DIRETO EM EMPRESAS DA INDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA NO BRASIL

  • Nayele Macini
  • Marlon Fernandes Rodrigues Alves
  • Larissa Marchiori Pacheco
  • Adriana Cristina Ferreira Caldana
  • Patrícia Lima Denipotti Aveiro
Palavras-chave: IED, Bonsucro, Práticas de gestão sustentável, Setor sucroenergético, Brasil.

Resumo

O objetivo desta pesquisa é analisar a influência do investimento estrangeiro direto e da capacidade produtiva na adoção de certificaçõessustentáveis no setor sucroenergético brasileiro. O levantamento de dados foi feito a partir de uma amostra composta por 100 usinas querepresentam 58% das empresas em operação no estado de São Paulo. Os dados foram analisados com o modelo multivariado de regressãologística binomial. Os resultados não suportam a hipótese de que o investimento estrangeiro direto tenha um relacionamento positivo comas certificações sustentáveis. Já a hipótese de que a capacidade produtiva está positivamente relacionada com a adoção de certificaçãosustentável foi estatisticamente significante. Os resultados sugerem que o impacto positivo dos investimentos diretos estrangeiros nasustentabilidade do país local depende da ocorrência de fortes instituições governamentais e da qualidade da fiscalização da conduta dasempresas, além da capacidade de absorção e aprendizagem que as organizações devem possuir diante do fluxo de investimento estrangeiro. Jádo relacionamento da capacidade produtiva – moagem – com a busca por certificações, pode ser depreendido que as usinas maiores exportamseus produtos para mercados especializados e mais exigentes, a certificação é um pré-requisito para a compra e venda. Dessa forma, estapesquisa contribui para a literatura existente por avançar em temáticas cujo relacionamento é pouco estudado, principalmente nesse setor.
Publicado
15-12-2017
Seção
Artigos