UM ESTUDO SOBRE A INFLUÊNCIA DA INOVAÇÃO ORGANIZACIONAL SOBRE O DESEMPENHO OPERACIONAL NA INDÚSTRIA DO CAFÉ

Autores

  • Paolo Edoardo Coti-Zelati Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Moisés Ari Zilber Universidade Presbiteriana Mackenzie

Resumo

O objetivo deste estudo foi verificar se o construto inovação organizacional influencia, de maneira positiva, o desempenho operacional
na indústria do café sob o ponto de vista dos gestores. Para tanto, realizou-se uma pesquisa descritiva de natureza quantitativa com
86 gestores que atuam na indústria do café. Os dados coletados, tratados pela modelagem em equações estruturais, apontaram relação
válida entre os constructos inovação organizacional e desempenho operacional. Com base nos resultados obtidos, pode-se verificar
que existe relação positiva entre inovação e desempenho operacional, ou seja, a prática de ações ligadas à inovação organizacional
tem influência positiva sobre o desempenho operacional na indústria do café. A inovação contribui para a organização ultrapassar
as dificuldades de um cenário econômico desfavorável e alcançar o desempenho operacional superior. Por fim, esta investigação
buscou contribuir para alargar o conhecimento sobre a indústria do café e encontrar subsídios, no ambiente corporativo, para que se
possa compreender os possíveis impactos da inovação sobre o desempenho operacional na indústria cafeicultora.

Biografia do Autor

Paolo Edoardo Coti-Zelati, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Doutorando em Administração de Empresas (Mackenzie)

Mestre em Administração de Empresas (Mackenzie)

Moisés Ari Zilber, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Mestre e Doutor em Administração (USP)

Professor Doutor do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Administração de Empresas da Universidade Presbiteriana Mackenzie

Downloads

Publicado

2016-07-22

Como Citar

COTI-ZELATI, P. E.; ZILBER, M. A. UM ESTUDO SOBRE A INFLUÊNCIA DA INOVAÇÃO ORGANIZACIONAL SOBRE O DESEMPENHO OPERACIONAL NA INDÚSTRIA DO CAFÉ. Organizações Rurais & Agroindustriais, [S. l.], v. 18, n. 2, 2016. Disponível em: http://revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/1039. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos