EFICIÊNCIA DE REPRESENTAÇÃO DAS ASSOCIAÇÕES DE PRODUTORES DE CANA-DE-AÇÚCAR NO BRASIL

  • Luciano Thomé e Castro UFLA
  • Marcos Fava Neves
  • Roberto Fava Scare

Resumo

O modelo associativo para os produtores de cana-de-açúcar é baseado na agremiação de produtores reunidos por regiões. No Centro Sul do Brasil, são 31 associações, com cerca de 18 mil produtores. Todas estas associações são representadas nacionalmente pela Organização dos Plantadores de Cana da Região Centro Sul do Brasil - ORPLANA (2013). Desenvolvimentos recentes do setor, sobretudo a desregulamentação, crise e consolidação, têm levado algumas associações ao enfraquecimento, mas outras, por outro lado, têm crescido. Essa variabilidade levanta o ponto de pesquisa sobre como as associações se diferenciam, em relação às funções que desempenham e, segundo, qual o perfil de associação que está mais relacionado ao seu crescimento e desenvolvimento aparente, configurando uma clara eficiência de representação. O artigo é desenvolvido dentro da visão de economia dos custos de transação, com contribuições da teoria da ação coletiva. Foram aplicados questionários a 23 gestores ou presidentes de associações, além da utilização de agrupamento estatístico. Como resultados, três grupos distintos de associações foram identificados e denominados “Técnicasâ€,“Políticas†e “Porta-vozesâ€, sendo que o primeiro grupo aparenta ser mais eficiente, próspero em crescimento que os outros dois e possui características marcantes em seu perfil, tais como um escopo diverso de atividades, porte elevado, estrutura desenvolvida, envolvimento com cooperativas, forte atuação em serviços e número maior de usinas presentes.
Publicado
19-11-2015
Seção
Artigos